Maternidade Ana Braga é alvo de investigação do MPAM por falta de técnicos de enfermagem

A investigação busca apurar a carência de técnicos de enfermagem
Foto: Reprodução

A maternidade Ana Braga, localizada na zona Leste de Manaus, é alvo de investigação do Ministério Público do Amazonas (MPAM), através da 54ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa dos Direitos Humanos à Saúde Pública, após suspeitas de falta de profissionais técnicos de enfermagem que estariam comprometendo o atendimento a demanda da unidade de saúde.

O documento de inquérito civil, assinado pela promotora Cláudia Raposo no último dia 10, investigará a carência dos profissionais da saúde baseado nos deveres previstos na constituição “acerca da função institucional do Ministério Público, cabendo-lhe zelar pelo efetivo respeito dos serviços de relevância pública, destacando-se os serviços e ações de saúde”.

Em resposta ao Radar, a assessoria da maternidade Ana Braga respondeu em nota:

“A maternidade Ana Braga informa que a denúncia em relação à falta de técnicos de enfermagem, em nossa unidade de saúde, não procede. O nosso quadro clínico está de acordo com o recomendado pelo Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) e atende a capacidade estipulada. Dispondo de sua proporção profissional/paciente, nos diferentes turnos de trabalho, em total respeito aos percentuais descritos e estabelecidos pelo COFEN.”

Confira inquérito civil na íntegra