Matrículas de novos alunos começam no dia 13 de janeiro

O início das matrículas de novos alunos para 2018 na rede pública de ensino está marcado para o dia 13/1, conforme anunciaram, nessa quinta-feira, 14/12, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino (Seduc). As matrículas poderão ser feitas via web, aplicativo e presencialmente até o dia 18/1.

Para o próximo ano, a Semed terá disponíveis 47 mil novas vagas para a Educação Infantil e Ensino Fundamental, em 499 unidades de ensino nas zonas Urbana e Rural de Manaus. No total, a rede municipal de ensino terá 246 mil alunos matriculados no próximo ano letivo. A Seduc disponibilizará 137 mil novas vagas em escolas estaduais dos 62 municípios do Estado.

O anúncio do calendário aconteceu na sede da Seduc, no bairro Japiim, zona Sul de Manaus, e contou com a presença da secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, e do secretário da Seduc, Lourenço Braga, além do diretor presidente da empresa de Processamento de Dados Amazonas S.A (Prodam), Fábio Naveca.

A partir das 00h01 do dia 13/1, os novos alunos poderão fazer a matrícula por meio da internet, no site www.matriculas.am.gov.br, e pelo aplicativo ‘Matrículas Amazonas’, desenvolvido pela Prodam, disponíveis para celulares com sistema operacional Android e iOS. No dia 15, começam os atendimentos presenciais, que poderão ser feitos em qualquer escola pública do Município ou do Estado.

Os alunos que perderem as datas oficiais de matrícula poderão procurar as gerências de matrículas das duas secretarias no dia 19/1 para tratar da situação. Para a secretária de Educação municipal, Kátia Schweickardt, a Semed cumpre seu papel de ampliar a oferta de vagas nas escolas da capital, oferecendo uma educação de qualidade.

“O ano de 2018 promete ser um ano arrojado, mais de 47 mil alunos vão poder estudar em uma das nossas escolas, além de mais 200 mil rematrículas de alunos que já fazem parte da rede. Teremos, ainda, no início do ano o concurso público para professores, que devem atender as nossas necessidades. Então, será um ano de grandes ações e de continuidade do trabalho que já desenvolvemos há três anos, sob as recomendações do prefeito Arthur Virgílio Neto”, destacou Kátia.

Rematrícula e Reordenamento

O calendário terá início com o período de rematrícula dos alunos que já fazem parte da rede pública de ensino, no período de 18/12 a 29/12, nas próprias unidades onde os estudantes concluíram o ano letivo de 2017.

Os reordenamentos de alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental, que cursaram um ensino/fase e a escola não oferece continuidade para 2018, serão feitos nos dias 2 e 3/1, e a confirmação, que deverá ser realizada pelos pais ou responsáveis do estudante, nos dias 4/1 e 5/1.  Já as transferências para todos os anos e séries acontecem entre 6 e 10/1, pela web e aplicativo e de 8 a 10/1, presencialmente nas escolas do Estado e Município.

As matrículas para os alunos da Educação Especial, para todos os anos e séries, acontecerão nos dias 11 e 12/1, presencialmente nas escolas e pelo site e aplicativo.

Para o secretário de Estado de Educação, Lourenço Braga, as vagas oferecidas pelo Estado permitem que mais de 180 mil jovens que estão fora da sala de aula, voltem aos estudos e continuem o processo de interação social e acadêmica. “Nós estamos resgatando essas crianças e jovens, que, por algum motivo, estavam fora da sala de aula. Ao se matricularem desejamos que permaneçam na escola, para que não ocupem apenas uma cadeira, mas que se dediquem ao estudo e aproveitem o tempo da juventude para construir um futuro melhor”, reforçou.

Web e App

Os dois secretários fizeram questão de destacar que não há necessidade de filas em frente às unidades de ensino para conseguir uma vaga.  O diretor presidente da Prodam, Fábio Naveca, também ressaltou que pais e responsáveis fiquem atentos para o início das inscrições, por meio das ferramentas, lembrando que o recurso é seguro e pode ser utilizado de qualquer lugar.

“As duas secretarias estão facilitando e dando agilidade no processo de matrículas. A utilização do aplicativo e do site facilita a vida dos pais ou responsáveis do aluno que poderá fazer a matrícula de qualquer lugar que tiver internet, evitando faltar trabalho, por exemplo, e acabando com as filas nas portas das escolas”, explicou Naveca.

Para realizar a matrícula pelo aplicativo basta inserir o código do aluno, que pode ser encontrado impresso no boletim escolar. Se a pessoa não possuir o código, é possível realizar a matrícula com o nome do aluno, da mãe e a data de nascimento. É importante, também, estar com os documentos em mãos.

O site possui as mesmas funcionalidades do aplicativo, incluindo a busca pela escola, feita por bairro. Assim, o aluno pode optar pela instituição mais próxima de sua casa, além de poder visualizar a localização das escolas. Também estão disponíveis o calendário de matrículas e transferências e os contatos das secretarias de Educação do Município e do Estado.

Fotos: Cleomir Santos / Semed e Marinho Ramos / Semcom