Mbappé pediu saída de Neymar, Pochettino e outras 12 pessoas do PSG

Além dos altos valores financeiros, renovação de contrato da joia francesa envolveu transferência de muito poder e influência para o craque

Getty Images

Getty Images

Após algumas semanas de novela, Kylian Mbappé disse não para o Real Madrid e renovou seu contrato com o PSG. O vínculo, além de trazer benefícios financeiros para a joia francesa, também forneceu ao jogador bastante poder e influência dentro do clube.

Segundo o jornal Mundo Deportivo, Mbappé teria exigido a saída de 14 nomes do PSG para renovar seu contrato. Entre eles, o técnico Mauricio Pocchetino, o atacante Mauro Icardi e o brasileiro Neymar. Segundo a publicação, tudo com aval do presidente Nassser Al-Khelaifi.

A primeira exigência – já cumprida – foi a saída de Leonardo do cargo de diretor esportivo. Ele será substituído por Luis Campos, que já trabalhou com Mbappé no Monaco.

Além de Pochettino e Neymar, a lista também incluiria o alemão Thilo Kehrer, Julian Draxler, o português Danilo Pereira e o argentino Leandro Paredes, por não se encaixarem na “filosofia esportiva” de Mbappé.

Outros nomes seriam Ander Herrera, Pablo Sarabia, Juan Bernat, Layvin Kurzawa, Colin Dagba, Idrissa Gueye e Sérgio Rico.