Médico alerta para o aumento dos casos de câncer de próstata e a urgência da prevenção

A ida periódica ao médico urologista para consultas e exames é o melhor método para combater o câncer de próstata. A recomendação é do médico especialista em Urologia do Serviço Social da Indústria (SESI Amazonas), Vinícius Suzano. “É indicado que o paciente, a partir dos 40 anos, procure o especialista para um check-up, mas nada o impede que busque atendimento antes, já que o especialista não cuida apenas de casos de câncer de próstata”.

O médico afirma que a doença também pode ocorrer em jovens. “Não é um número significativo, mas a possibilidade existe”, afirma o especialista. E a melhor forma de combate é a prevenção, principalmente se o paciente já tiver casos na família, o que aumenta a probabilidade da doença.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca) este ano devem ser confirmados 68.220 novos casos de câncer de próstata no Brasil. Conforme último levantamento, em 2013, houve 13.772 mortes pela doença. A região Norte ocupa a 4ª posição, com 2,7 mil casos (28,8%), atrás das regiões Centro-Oeste, com 5.330 (33,1%), Sudeste com 30.080 (31,0%) e Sul com 14.290 (29,2%). Somente em Manaus foram registrados 1.040 casos.

O especialista afirma que, infelizmente, não existe prevenção da doença, mas o acompanhamento anual para homens com até 65 anos, e semestral para homens a partir de 65 anos, é valioso, pois a doença diagnosticada no início tem 90% de chance de cura.

O aparecimento de cálculo renal (pedra nos rins), que obstrui o sistema urinário, é outro problema que leva grande número de pacientes ao médico Vinícius Suzano. Segundo o especialista, existem quatro tipos de cálculos renais, sendo o mais prejudicial às mulheres o de estruvita, um tipo raro, com origem associada à infecção causada pela bactéria Proteus mirabilis, tipo de pedra nos rins que pode crescer muito e bloquear o rim, o ureter ou a bexiga.

Suzano explica que o cálculo renal deriva de vários problemas, entre eles, o clima quente da região, por isso, o paciente deve tomar necessariamente, no mínimo, dois litros de água, assim como observar os casos na família que, também, assim como o câncer de próstata, contribui muito para o surgimento da doença. “Tomar água é hábito, não pode ter sede, a sede é o primeiro sinal de que estamos iniciando o processo de desidratação”, frisa Suzano.

O paciente Normando Costa Filho, de 55 anos, procurou o SESI para saber quais os procedimentos para combater inflamação nos rins. Filho foi indicado a realizar exames de abdômen mais aprofundados para saber a gravidade da doença, e assim iniciar o tratamento ou mesmo indicação para cirurgia.

Os atendimentos são realizados nas segundas, quartas e quintas-feiras no SESISAÚDE que, em parceria com a Clínica de Especialidades Urocal, também atende no horário das 17 horas, às quintas-feiras. A Urocal fica na Avenida Pedro Teixeira, 363, Dom Pedro, Zona Centro-Oeste de Manaus.

O SESISAÚDE funciona na Avenida Getúlio Vargas, 1116, Centro, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 20h30 e aos sábados das 7h30 às 11h. Mais informações pelos números 3186-6610 ou 3186-6611