Médicos conseguem determinar diagnóstico de pneumonia grave e Praciano responde bem ao tratamento

Força Praça 12

“O que mais complicava a situação do Praça (Francisco Praciano) era a falta de um diagnóstico preciso. Mas, os médicos já diagnosticaram uma pneumonia grave e ele está respondendo bem ao tratamento”. Essas informações foram repassadas ao Radar pelo secretário pessoal e amigo de longas datas do ex-deputado federal Francisco Praciano (PT), José Jorge Chaves de Souza, chamado carinhosamente de Lele.

Praciano, no dia 7 de março, deu entrada no hospital São Carlos, na Zona Norte de Fortaleza, com dores no peito e logo depois entrou em estado grave. “Foi uma doença galopante. Ele esteve entre a vida e a morte”, comenta Lele. As suspeitas eram de câncer. “Graças a Deus, essas suspeitas foram afastadas depois da biópsia. Não deu câncer”, conta.

Lele diz que tudo leva a crer que, assim como foi rápido o agravamento do quadro clínico de Praciano, assim também estaria havendo uma recuperação impressionante. “Os médicos dizem que ele deve acordar amanhã e, que se continuar respondendo tão bem ao tratamento, lá pela terça-feira (15) já poderá ir para um apartamento”, comemora Lele. (Any Margareth)