Melo gastou, em pouco mais de dois meses, R$ 14,4 milhões com a sua propaganda do “Governo das pessoas”

Enquanto o tomógrafo do Hospital 28 de Agosto está quebrado, há mais de quatro meses, por falta de conserto e um convênio de apenas R$ 200 mil com a Casa da Criança foi suspenso. O “professor” José Melo (PROS) já gastou, em pouco mais de dois meses, R$ 14,4 milhões com sua propaganda do “Governo das pessoas” – apaniguados dele, né mesmo gente? Esse montante já está emprenhado para pagamento e, desse total, R$ 6 milhões já foram pagos. As felizardas do “Governo das pessoas” são as empresas Kintaw Design e Publicidade, Mene e Portella Publicidade, Tape Publicidade e 1001 Filmes Produções e Eventos. Esse valor aumenta se a gente considerar os mais de R$ 2,5 milhões também pagos este ano à essas empresas, referentes a serviços publicitários feitos no no ano passado.

E enquanto o governador promove sua imagem, os policiais militares e civis, professores, enfermeiros, e diversas outras categorias de servidores públicos amargam o desrespeito de não terem sequer reposição salarial determinada por Lei. Esse mesmo governador mão aberta com as empresas de comunicação, enviou pra Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM) um pacote de maldades que inclui aumento da contribuição previdenciárias dos servidores públicos do Estado e aumento de impostos.

GRANA ALTA

A Tape Publicidade, até o momento, já recebeu R$ 3.171.328,90 de um total de R$ 5.188.153,34; a Kintaw já colocou no bolso R$ 1.690.890,78, de uma fatura de R$ 4.882.108,94; a Mene e Portella tem pra receber R$ 3.803.030,72, e desse valor já pegou R$ 978.455,33; por fim, a 1001 Filmes já recebeu R$ 174.952,23 de um total de R$ 576.336,69.

Na ponta do lápis minha gente o governador tem empenhados exatos R$ 14.449.629,69 e já pagou nos primeiros três meses com publicidade, somados os pagamentos de 2017 e de 2016, o valor de R$ 8.562.470,88.

Os valores estão publicados no Site da Transparência do Governo do Amazonas neste link (http://www.transparenciafiscal.am.gov.br/transpprd/mnt/despesa/execDespAnoPoderUg.do?method=Pesquisar&counidadegestora=037101&anoexercicio=2017&copoder=0&grupo=1&consulta=1&mes=00) e qualquer cidadão pode verificar. (Da equipe do Radar)