Menina de 3 anos é encontrada morta em igarapé na zona Leste de Manaus (ver vídeo)

Segundo a polícia, a mãe da menina estava lavando louça quando a criança foi em direção ao igarapé e se afogou

Foto: Marhia Bessa/ Radar Amazônico 

Alana Raquel Pereira da Costa, de 3 anos, foi encontrada morta na manhã desta segunda-feira (2), em um igarapé no bairro Colônia Antônio Aleixo, zona Leste de Manaus.

De acordo com a polícia, a menina desapareceu no último final de semana. Já os familiares e moradores da região informaram que acionaram a polícia, mas como não obtiveram retorno, começaram as buscas por conta própria. No local, familiares questionaram o poder público, que só foi atender a ocorrência nesta segunda.

Segundo a polícia, os moradores informaram que a mãe da criança estava lavando louça, no momento que a criança brincava na rua. Em um determinado momento, a mãe percebeu o desaparecimento da filha.

Ao tentar justificar a demora no atendimento da ocorrência, o delegado Gerson Corrêa, do 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP) citou a responsabilidade dos pais da criança. “Chama a atenção os pais e responsáveis deixando crianças tão novas sozinhas, infelizmente isso ainda acontece”, disse.

A avó da criança, Maria da Fé, questionou as autoridades policiais e disse que logo após o desaparecimento da criança, ligou para registrar a ocorrência, mas não obteve retorno. “Eu tenho provas das nossas ligações, mas eles disseram que não podiam fazer nada, e que tínhamos que esperar a segunda-feira”, disse.

Ao verem a filha ser retirada do igarapé, os pais da menina se desesperaram e pediram por sua filha de volta.

Um perito do Instituto Médico Legal (IML) comentou que a criança tinha escoriações em seu corpo, reforçando a hipótese de que a menor teria caído de um barranco e indo em direção ao igarapé.

O corpo da menor foi levado para a sede do IML. O caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).