Menina de três anos morre após pai obrigá-la a sentar em água fervendo

Pai obrigou criança a sentar-se numa banheira durante uma hora

reprodução

Uma menina de três anos morreu após o pai obrigá-la a sentar em uma banheira com água fervendo durante uma hora, na Líbia.

Segundo o Metro britânico, o homem estaria revoltado com o fato de a menina estar com diarreia, o que motivou o seu castigo.

A identidade do pai não foi revelada, mas a menina seria Rabiha Khaled Abdel Hamid. A criança foi transportada para o hospital por outros elementos da família, mas acabou morrendo vítima de queimaduras em  todo o corpo.

A família vivia na cidade de Ajdabiya, na Líbia.

Segundo a polícia apurou, o homem teria batido na filha com uma corda, antes de trancá-la num quarto onde a obrigou a ficar sentada numa banheira com água fervendo. Mais tarde, disse que a menina se queimou ao trombar com um recipiente com água fervendo.

A polícia confrontou os pais da menina, que acabaram  confessando o que se havia passado. A polícia agora investiga se a mãe era conivente com os abusos sofridos pela filha.