Mesmo ganhando na Justiça, concursados da PM reclamam da demora do Estado em concluir etapas do processo de admissão

Concursados que passaram na prova da Polícia Militar, em 2011, fizeram um apelo através do Radar, nessa sexta-feira (16), pedindo celeridade nas etapas para admissão na corporação da Polícia.

De acordo com um dos concursados, Andrei Morais Moda, mesmo após seis anos do certame, a Justiça concedeu aos concursados o direito de concluir as etapas do processo. No entanto, ele afirma que já fazem mais de 2 meses, que as etapas estão suspensas e o exame toxicológico, e o psicológico não foram realizados. Esses exames, segundo Andrei, são os dois últimos antes do curso de formação da Polícia Militar.

“Nós somos 53 candidatos do último concurso da PM e ganhamos na justiça o direito de continuar com as etapas após seis anos. Ganhamos o direito de prosseguir com as demais etapas. Fizemos em novembro do ano passado o exame médico e em dezembro do mesmo ano o TAF (Treinamento Aptidão Física)”, disse.