Mesmo sem reagir, funcionário da Bemol é morto a tiros em assalto a ônibus

Vítima tinha apenas 20 anos de idade e estava retornando para sua casa quando foi assassinada

Foto: Reprodução / Redes Sociais

Um funcionário da loja de departamentos Bemol foi assassinado a tiros na noite desta quinta-feira (16) durante um assalto no ônibus da linha 444. A vítima foi identificada como Melquisedeque dos Santos Vale, de 20 anos.

De acordo com informações preliminares, ninguém dentro do coletivo reagiu ao assalto e mesmo assim os criminosos, que estavam usando uniformes de garis, atiraram contra a vítima.

Não há informações sobre o paradeiro dos autores deste crime, que conseguiram fugir por uma área de mata. Os policiais que atenderam a ocorrência destacaram a dificuldade de conseguir localizar os envolvidos nesse crime.

“Como choveu, tem dois córregos lá que alagam e fica complexo para a polícia entrar. Infelizmente eles têm a favor deles a geografia do terreno”

Segundo informações de uma prima da vítima, o jovem pertencia a Etnia Sateré-Mawé, morava no município de Manaquiri (a 157 km de Manaus). Melquisedeque havia mudado para Manaus há pouco tempo para trabalhar e ultimamente estava residindo no bairro Compensa, zona Oeste da Capital.

Arma Falhou 

Em entrevista ao Radar, o motorista da linha 444, que preferiu não se identificar, disse que um dos criminosos apontou a arma para sua cabeça e puxou o gatilho, mas a arma falhou

A Perícia Criminal está em deslocamento para o local da ocorrência. Esse caso deverá ser investigado pela Polícia Civil.