Anúncio Advertisement

Metade da bancada do AM votou para livrar Michel Temer

Metade da bancada do Amazonas votou a favor do arquivamento da segunda denúncia contra o presidente da República, Michel Temer. Os deputados federais se reuniram no plenário da Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (25), e começaram com mais de duas horas de atraso, após a oposição tentar adiar a votação por falta de quórum.

O pedido do Supremo Tribunal Federal (STF) para processar, por crime comum, o presidente da República e os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria-Geral, Moreira Franco, ainda está em votação na Câmara, mas já se encaminha para o arquivamento.

Dos parlamentares do Amazonas, votaram a favor do arquivamento da denúncia Alfredo Nascimento (PR), Átila Lins (PSD), Pauderney Avelino (DEM), e Silas Câmara (PRB). Votou contra Michel Temer e para que a denúncia procedesse apenas a deputada Conceição Sampaio (PP).

Estavam ausentes o deputado Carlos Souza (PSD) e Hissa Abrahão (PDT). Sabino Castelo Branco (PTB) não votou por estar hospitalizado por conta de um Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico (AVC), em agosto deste ano.

O presidente e os ministros são acusados de formar uma organização criminosa para ocupar cargos públicos e arrecadar propinas, estimadas em R$ 587 milhões. Temer também é acusado de obstrução de Justiça. O Planalto nega todas as acusações.