Anúncio Advertisement

Microsoft compra Nokia por U$ 7,2 bilhões

Microsoft compra Nokia por U$ 7,2 bilhões

O que já vinha sendo cogitado por especialistas da área tecnologica se tornou realidade. Tudo começou com um namoro, quando a Microsoft e Nokia firmaram uma parceria para a promoção da plataforma Windows Phone e recuperação de mercado da Nokia no segmento de dispositivos móveis(Celulares e Smartphones), com o tempo essa parceria se tornou mais intensa quando ex-presidente da linha de produtos corporativos da Microsoft assumiu o posto de CEO da fabricante Filandesa.

Agora alguns anos depois as duas gigantes da tecnologia anunciam uma nova etapa dessa parceria que podemos chamar de “casamento”. Na virada da noite de segunda para terça-feira(03/09) a Microsoft anunciou aquela que pode ser considerada uma de suas maiores aquisições já feitas: a compra da Divisão de Dispositivos e Serviços da Nokia, por U$ 7,2 Bilhões, o equivalente a aproximadamente 11,7 Bilhões de reais, a Microsoft desembolsou ainda 1,65 bilhão de euros pelas propriedades intelectuais (patentes etc.) da Nokia, que ficarão em posse da gigante de Redmond por 10 anos, a partir do momento em que o acordo for concluído.

“Com o compromisso e recursos da Microsoft para levar os aparelhos e serviços da Nokia para frente, agora entendemos o potencial completo do ecossistema do Windows, oferecendo as experiências mais completas para as pessoas em casa, no trabalho e em qualquer lugar”, escreveram em uma carta conjunta Steve Ballmer, CEO com aposentadoria anunciada da Microsoft, e Stephen Elop.

Com a compra, os cerca de 32 mil funcionários da Nokia serão transferidos para Microsoft, entre eles o atual CEO da Filandesa, Stephen Elop que irá assumir a vice-presidência da divisão de Dispositivos & Serviços da Microsoft, respondendo diretamente ao Presidente da Microsoft Steve Ballmer, o que só aumenta as especulações de que Elop irá assumir o lugar de Ballmer assim que este se aposentar.

Apesar da compra, a marca Nokia não deixa de existir. A divisão de infraestrutura Nokia Solutions and Networks (antiga Nokia Siemens; atualmente conhecida como NSN) continua do jeito que está e não faz parte do acordo.

Elop-Ballmer-Nokia

Stephen Elop, CEO da Nokia(a esquerda) e Steve Ballmer, CEO da Microsoft(a direita)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia abaixo a carta de Elop e Ballmer traduzida na íntegra sobre a compra da Nokia:

Nokia e Microsoft sempre sonharam grande — nós sonhamos em colocar os computadores em cada mesa, e um celular em cada novo bolso, e nós viemos por um longo caminho realizando estes sonhos.

A Nokia tem uma identidade de mais de 150 anos de herança, inovação, excelência e mudanças que começaram e vão continuar na Finlândia e no resto do mundo. De origens humildes como uma fábrica de papel, passando por produzir botas de borrachas e pneus de carros e, por fim, telefones celulares, a reinvenção está no sangue da Nokia.
A Nokia agora irá escrever o próximo capítulo, focando em facilitar a mobilidade através de sua liderança em rede, mapas, localização e outras tecnologias avançadas.
Para a Microsoft, hoje damos um passo ousado para o futuro, um enorme salto em nossa jornada de criar uma família de dispositivos e serviços que agradam pessoas e fortalecem negócios de todos os tamanhos.
Nossa parceria ao logos dos últimos dois anos e meio, que combinou nossas forças para construir um novo ecossistema mundial de dispositivos móveis, criou resultados incríveis: telefones que campeões de prêmios e serviços incríveis que fizeram com que os aparelhos Windows Phone da Nokia se tornassem uma das plataformas de smartphone que crescem mais rápido no mundo.
Com base nessa parceria de sucesso, nós anunciamos algumas notícias importantes hoje: um acordo para a Microsoft comprar a divisão de dispositivos e serviços da Nokia, para entregar mais escolhas, inovação mais rápida e dispositivos e serviços ainda mais interessantes para nossos consumidores.
O acordo de hoje irá acelerar o momento dos dispositivos e serviços da Nokia, trazendo o mundo dos smartphones mais inovadores a cada vez mais pessoas, enquanto continuaremos a conectar o próximo bilhão de pessoas com a linha de celulares da Nokia.
Com o compromisso e os recursos da Microsoft para levar serviços e dispositivos para frente, nós podemos agora perceber o potencial do ecossistema Windows, entregando as melhores experiências para pessoas em casa, no trabalho e em qualquer lugar nesse meio termo.
Nós continuaremos criando celulares que você irá amar, enquanto investiremos no futuro – novos telefones e serviços que combinam o melhor da Microsoft e o melhor da Nokia.

A Nokia e a Microsoft estão comprometidas para o próximo capítulo.

Juntos, nós vamos redefinir os limites da tecnologia.

Steve Ballmer e Stephen Elop”

 

Um novo desafio

Com aquisição da Nokia a Microsoft tem pela frente o mercado agressivo de dispositivos móveis dominados principalmente pela Apple e Samsung e pela Google com o sistema Android.

A experiência em hardware da Nokia pode dar uma vantagem competitiva siginificativa a microsoft, entretanto a pouca do popularidade do Windows Phone ainda é um desafio a ser superado, visto que o desenvolvimento de aplicativos para plataforma ainda está bem abaixo das concorrentes.

Outra pergunta a ser feita após a compra da Nokia é: O que será feito com a linha de celulares simples que não usam o Windows Phone? A linha Asha por exemplo.

De qualquer forma estaremos acompanhando essa nova fase e mantendo os leitores do Radar Tecnológico por dentro dos bastidores das Gigantes de Tecnologia 🙂

Curtiu? Compartilhe com os seus amigos, deixe seu comentário!

Fonte: Olhar Digital, TecnoBlog, Nokia