Minha história pode incentivar outras denúncias, diz Biles sobre abuso

Dona de cinco medalhas olímpicas no Rio-2016, Simone Biles foi uma das atletas que vieram a público para acusar abuso sexual por parte do médico da equipe americana de ginástica, Larry Nassar. Em entrevista à BBC, ela falou sobre o caso e afirmou que espera que sirva de exemplo para novas denúncias.

“Foi muito difícil, mas percebi que se eu puder contar minha história, isso pode incentivar outras pessoas a contar a história delas”, afirmou a americana.

A jovem de 21 anos ressaltou que se sentiu aliviada e empoderada após a declaração e elogiou a juíza Rosemarie Aquilina, que sentenciou o médico. “Ele recebeu o que merecia”, enfatizou a atleta. Em janeiro de 2018, Nassar foi julgado e sentenciado a até 175 anos depois de cerca de 160 mulheres o acusarem de abuso sexual.

Biles já conquistou 14 medalhas em campeonatos mundiais -10 delas, de ouro. Dessa forma, ela se tornou a ginasta mais vencedora da história de seu país em mundiais. No próximo dia 24, acontece o Campeonato Mundial de Doha, no Catar, mas, mesmo com as grandes conquistas, ela afirma que sabe gerenciar as expectativas.

“Eu afastei muitas coisas porque as expectativas são assustadoras e eu não quero ser a única a segurar todas elas”, comentou Biles, que já projeta disputar as Olímpiadas do Japão, em 2022. “O meu primeiro Jogos Olímpicos com cinco medalhas é imbatível até para mim, mas vamos para lá com a mente aberta e vemos o que acontece.”

Fonte: Folhapress.