Ministério da Saúde faz chamamento público para contratar profissionais de saúde para combate à Covid-19 no Amazonas

Foto: Reprodução

O Ministério da Saúde está em busca de profissionais de saúde para atuar na linha de frente em combate à Covid-19 no Amazonas. O convite, feito por meio da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES), a pedido do Governo do Amazonas, lança edital para contratar  médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e farmacêuticos.

A contratação desses profissionais, de forma temporária por 90 dias, é para suprir a necessidade de atendimento à população do Amazonas, uma vez que o governador Wilson Lima anuncia a abertura de novos leitos sem profissionais suficiente para atender as vítimas do novo coronavírus.

Os profissionais interessados na vaga não podem ter mais de 59 anos e não podem ser portadores de doença crônica descompensada, que possa ser classificada como ‘grupo de risco da Covid-19’.  Os enfermeiros e fisioterapeutas devem possuir formação/habilitação/experiência na área de terapia intensiva e clínica médica.

Os médicos devem ter experiência em terapia intensiva e formação em uma das seguintes áreas: terapia intensiva, medicina de urgência e emergência, anestesiologia, clínica médica, cirurgia geral, cardiologia, pneumologia, nefrologia, neurologia, reumatologia, gastroenterologia, geriatria, infectologia e oncologia.  Possuir especialização ou residência ou título de especialista emitido pela Associação Médica Brasileira nas áreas de Terapia Intensiva ou Medicina de Urgência e Emergência. E possuir experiência em clínica médica e formação em uma das seguintes áreas: clínica médica, cardiologia, pneumologia, nefrologia, neurologia, reumatologia, gastroenterologia, geriatria, infectologia e oncologia.

A remuneração de enfermeiros e fisioterapeutas é de R$ 4.700, equivalente a 10 plantões. A dos médicos, também com 10 plantões, varia de R$ 12 a R$ 15 mil de acordo com a especialidade. Os profissionais tem, ainda, um vale alimentação de R$ 500 e deslocamento disponibilizado pela SES-AM. Os interessados devem se inscrever no link.