Ministro da Justiça alerta que trocará toda equipe da PF se houver vazamento

ministro da Justiça, Eugênio Aragão capa

O novo ministro da Justiça, Eugênio Aragão, avisou que vai trocar a equipe inteira de uma investigação em caso de vazamento de informações. Em entrevista, ele nega querer influenciar na Operação Lava Jato, da qual a Polícia Federal é parte central.

“Cheirou vazamento de investigação por um agente nosso, a equipe será trocada, toda. Não preciso ter prova. A Polícia Federal está sob nossa supervisão”, afirmou o ministro, em entrevista à publicação, um dia depois de tomar posse no governo.

A postura do novo ministro agrada a cúpula do PT. O ex-presidente Lula, por exemplo, sempre criticou o antecessor de Aragão, o hoje advogado-geral da União José Eduardo Cardozo, por não “controlar a Polícia Federal”.

Aragão chamou de “extorsão” o método com que as delações premiadas são negociadas na Lava Jato.

Fonte: Notícias ao Minuto/Folha de São Paulo