Ministro: ‘Não há por que espetacularizar julgamento de Lula’

Após negar ao prefeito de Porto Alegre o envio do Exército à cidade em decorrência do julgamento do ex-presidente Lula, no próximo dia 24, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que a Polícia Militar tem totais condições de manter a segurança. Segundo ele, não há sinais de descontrole que justifiquem a presença das Forças Armadas.

“É preciso um trabalho de prevenção, como revistar os ônibus (dos manifestantes) nas estradas e separar as tribos (movimentos pró e contra o PT), o que a PM tem toda a condição de fazer”, disse o ministro.

“Não há por que dramatizar e espetacularizar o julgamento do Lula. É um fato importante, sem dúvida, mas nada indica que levará à desordem pública”, complementou.

Fonte: Notícias ao minuto