Ministro Paulo Guedes garantiu apoio para desenvolver novas matrizes econômicas no AM, diz Wilson Lima

Foto: Diego Peres/Secom

O ministro da Economia, Paulo Guedes, se comprometeu, nessa terça-feira (15), em Brasília (DF), em manter os empregos existentes na Zona Franca de Manaus (ZFM) e garantiu que o Governo Federal fará um trabalho de desburocratização para facilitar o desenvolvimento de novas matrizes econômicas no Amazonas, segundo o governador Wilson Lima (PSC).

“Já tínhamos tido um contato inicial com o ministro Paulo Guedes e hoje tivemos a oportunidade de sentar e expor pontos de vistas e preocupações do estado do Amazonas, principalmente com a Zona Franca de Manaus, uma vez que há a excepcionalidade do modelo. Há do ministro o comprometimento de que os empregos que são gerados pelo PIM não serão afetados, mas que é importante que a gente comece a explorar novas matrizes econômicas e garantir a geração de novos empregos”, disse o governador.

Segundo ele, não há sinalização de mudança no Decreto 9.682/2019 por parte do Governo Federal, mas que há o compromisso de manter incentivos da Sudam.

Wilson Lima enfatizou, ainda, que o Brasil e o Amazonas vivem uma nova conjuntura que propicia mudanças efetivas na economia. “O Amazonas é um Estado que tem um potencial muito grande, por exemplo, de tornar o Brasil autossuficiente na produção de fertilizantes, com a exploração do potássio, e na exploração do gás natural. E há a garantia do Governo Federal de fazer trabalho de desburocratização para que a gente possa avançar consideravelmente”, acentuou.

Entre as novas matrizes defendidas pelo governador estão ainda a piscicultura e o turismo. “Vamos apoiar e incentivar para diversificar as atividades econômicas, não podemos viver só da Zona Franca de Manaus, que é intocável, mas precisamos desenvolver outras matrizes. Hoje há um descompasso, com 88% das atividades concentradas no Polo Industrial de Manaus e só 12% nos outros municípios”, frisou.

Ao final do encontro, o governador convidou o ministro para participar da primeira reunião do ano do Conselho de Administração da Suframa (CAS) e do Festival de Parintins, para o qual Paulo Guedes já confirmou presença.

Reuniões

O governador também esteve reunido com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, com a diretoria do Banco do Brasil e com Carlos Alexandre Costa, titular o titular da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec), órgão ao qual a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) passou a ser vinculada com a criação do Ministério da Economia.

“Foram encontros muito positivos, começando com a Sepec, onde está a Zona Franca, e onde tivemos o comprometimento de agilizar PPBs (Processos Produtivos Básicos), que deviam durar 120 dias e hoje demoram até dois anos. Fomos ao Banco do Brasil, que se mostrou solícito em ajudar o Amazonas em alguns segmentos econômicos, principalmente sul do estado, e reunimos com o ministro Onyx, que é muito sensível à desburocratização e em agilizar a pavimentação da BR-319”, afirmou Wilson Lima.

Wilson Lima adiantou que a próxima viagem a Brasília deverá ser em fevereiro, durante encontro de governadores e que, até lá, manterá diálogo com a bancada de deputados e senadores estaduais para fortalecer a voz do Amazonas junto ao Governo Federal.

Com informações da Secom.