Ministros do TCU recusam convite e café da manhã com Bolsonaro pode virar fiasco

O convite do presidente Jair Bolsonaro para que os nove ministros do TCU (Tribunal de Contas da União) tomem café da manhã com ele no Palácio do Planalto na terça (27) corre o risco de virar um fiasco.

O encontro reuniria sete ministros de Bolsonaro e o presidente do BNDES Gustavo Montezano, de um lado, e os ministros do TCU de outro. Os convites já foram disparados.

A reunião serviria para a abertura de um diálogo no mesmo dia em que o Senado instalará a CPI da Covid-19 _que deve ser abastecida com investigações e relatórios do tribunal.

A presidente do tribunal, Ana Arraes, já declinou oficialmente do convite. Outras ausências que devem se confirmar são as do vice-presidente, Bruno Dantas, e a dos ministros Benjamin Zymler e Vital do Rêgo —justamente os que relatam processos relacionados à área da saúde.