Mirando os votos de Omar, Amazonino nomeia ex-comandante do Ronda no Bairro

O primeiro ato administrativo do governador e candidato à reeleição Amazonino Mendes (PDT) após o resultado do primeiro turno das eleições foi alterar o comando da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-AM).

Nesta terça-feira (9), às 10h, na sede do Governo, Amazonino nomeará o coronel Amadeu Soares – o mesmo que, no governo Omar Aziz (PSD) comandou o Ronda no Bairro – para a SSP-AM. Ele assumirá a Secretaria no lugar do coronel Anézio Paiva que passará a ser secretário adjunto.

O anúncio da nomeação foi feito pelo próprio coronel Amadeu, nas redes sociais. Na noite dessa segunda-feira (8), ele publicou a imagem do decreto de nomeação que ainda será publicado no Diário Oficial do Estado.

“Um novo e grande desafio se inicia amanhã. Um sonho antigo se realizando. Quem me conhece sabe o quanto sou apaixonado por Segurança Pública, na qual me dedico desde muito jovem. Agradeço à Deus por me abençoar tanto e agradeço também ao governador Amazonino Mendes pelo convite que aceitei com muita alegria. Servir e proteger, sempre!”, disse Amadeu Soares aos seguidores no Instagram. (Veja imagem no fim do texto)

Além de ter sido o responsável pelo Ronda no Bairro, Amadeu Soares foi um dos principais cabos eleitorais de Amazonino durante o primeiro turno das eleições, na qual disputou uma vaga para deputado estadual, mas acabou ficando como suplente com pouco mais de 10 mil votos. Ele ainda é marido da secretária de Estado de Política Fundiária, Paula Kanzler, uma das principais apoiadoras de Amazonino Mendes.

A alteração no comando da SSP-AM se dá no início da corrida do segundo turno das eleições no Amazonas e tem como pano de fundo o combate ao tráfico de drogas no Estado. A Segurança Pública foi o ponto máximo da campanha eleitoral neste primeiro turno das eleições.

Às vésperas do pleito, Amazonino nomeou um supersecretário, o secretário extraordinário, coronel PM Walter Cruz, para comandar o programa GuardiAM 24h fruto da consultoria internacional que custou R$ 5 milhões aos cofres públicos. O valor será destinado à Giuliani Security & Safeti (GSS) do ex-prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani.

Com a nomeação de Walter Cruz, houve a troca de comando de todos os órgãos que compõem a Segurança Pública no Estado: Polícia Civil, Bombeiros, Casa Militar, Polícia Militar, além das Secretarias Executivas da SSP-AM e das tropas especiais da PM e da PC.