Moradores da comunidade da Sharp fazem manifestação por suposto cancelamento do Prosamin+ (veja vídeo)

Os moradores da comunidade da Sharp fecharam parte da avenida Autaz Mirim e o trânsito ficou lento no local

Foto: Reprodução

Os moradores da comunidade da Sharp, bairro Armando Mendes, na zona Leste de Manaus, se reuniram na manhã desta terça-feira (7) para protestar sobre um possível cancelamento da implementação do Programa Social e Ambiental de Manaus e do Interior (Prosamin+). Na ocasião, eles fecharam parcialmente a avenida Autaz Mirim e o trânsito ficou lento na região.

Segundo os moradores, em dezembro de 2021, a Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) do Governo do Amazonas chegou a fazer um mapeamento da área e cadastramento dos moradores.

Durante a manifestação, pneus e móveis foram incendiados, além de uma barreira com entulho ser montada pelos manifestantes no sentido em direção ao Terminal de Integração 5. A Polícia Militar foi acionada até o local.

O Radar Amazônico entrou em contato com a UGPE solicitando um posicionamento a respeito da reivindicação feita pelos moradores da comunidade da Sharp que em nota negarão o cancelamento da implantação do Prosamim+.

Confira a nota:

Informamos que o Prosamin+, que vai beneficiar a comunidade da Sharp, está em fase de execução. Uma licitação internacional para a realização da obra naquela área está em curso, com previsão de recebimento das propostas agora em junho, seguindo a tramitação legal. Também já está em pleno andamento o processo para o reassentamento das famílias que vivem sob risco de alagação há mais de 20 anos naquele local e que a atual administração do Governo do Estado tomou a decisão de resolver em definitivo o problema. Serão reassentadas 2.580 famílias das áreas de intervenção do programa. O reassentamento será por etapa, conforme forem iniciando as frentes de obras. A previsão é para início das obras no segundo semestre de 2022.

Ressaltamos, ainda, que paralelo às obras que serão financiadas pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Governo do Estado já deu início, com recursos próprios, à construção de um dos conjuntos habitacionais que atenderá as famílias beneficiadas pelo Prosamin+.

Confira o vídeo