Moradores da comunidade Frederico Veiga, pedem andamento em documentação que está parada na SECT