Moradores do Núcleo 16 da Cidade Nova 4 denunciam fechamento de centro esportivo pela Prefeitura

DENÚNCIA - IDOSOS - COMISSÃO DA MULHER capa

Revolta, indignação, falta de respeito com os idosos. Esses são alguns dos sentimentos relatados por moradores do Núcleo 16 de Cidade Nova 4 (Novo Aleixo) em relação ao fechamento do centro esportivo da comunidade, o popular Chapéu de Zinco. O motivo é que a Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel) tirou da Associação de Moradores o direito ao uso do espaço, que apesar de precisar de uma reforma urgente ainda beneficiava crianças, jovens e idosos.  Mas, ao invés da reforma, o que veio foi o fechamento. O pano de fundo é que a comunidade se recusa a fazer campanha para o prefeito Artur Neto (PSDB) e um dos pré-candidatos oficiais a vereador, Elvys Damasceno (PSDB).

Na última terça-feira, 19 de julho, funcionários da Semjel tomaram o local de assalto causando a revolta da comunidade. A denúncia foi apresentada nesta quinta-feira, 21, na Comissão da Mulher, das Famílias e do Idoso da Assembleia Legislativa do Amazonas. Os idosos são os principais prejudicados pela medida, já que o local onde eles faziam atividades físicas está fechado. As aulas de treinamento funcionam da comunidade também estão paralisadas.

Segundo a presidente da Associação de Moradores do Núcleo 16, Aldenice da Silva, a entidade tinha direito ao uso do local até o fim de 2016 – a liberação acontece anualmente e este ano o documento tinha sido assinado pelo ex-titular da Semjel, Sildomar Abtibol. No entanto, o atual secretário municipal Luis Neto revogou o ato anterior.

Moradores do Núcleo 16 que preferem não se identificar temendo represálias, dizem que pode estar havendo perseguição política, pois a associação não aderiu às campanhas do prefeito e do candidato a vereador Elvys Damasceno. Em retaliação, a Semjel tirou da associação o direito de coordenar o centro esportivo e está prejudicando principalmente os idosos que faziam as atividades físicas no Chapéu de Zinco.

Abandono do Estado e da Prefeitura…

De acordo com as lideranças comunitárias, a verdade é o que o Núcleo 16 está abandonado tanto pelo Governo quanto pela Prefeitura. A Academia ao Ar Livre, que já estava licitada e contratada na gestão anterior, não foi concluída pela Secretaria Estadual de Esportes (Sejel). E as atividades físicas para os idosos e as aulas de treinamento funcional são custeadas com recursos dos próprios moradores, já que a Semjel não tem nenhum tipo de trabalho no local.