Moradores fazem protesto na avenida das Flores pedindo segurança

Foto: reprodução

Moradores da comunidade Eduardo Braga e Conjunto Galileia, ambos da Zona Norte de Manaus, protestaram na noite desta sexta-feira (16) na avenida das Flores, reivindicando melhorias no trecho 3, que segundo eles, é extremamente perigoso.

Há 10 dias a comunidade já tinha parado o trânsito no local para chamar a atenção sobre os acidentes que acontecem ali. E nesse intervalo de tempo, já aconteceram seis acidentes de trânsito.

De acordo com Mônica Ferreira, presidente da Associação de Moradores do Parque Eduardo Braga (AMPEB), a população enviou um ofício para o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) sobre a possibilidade de adaptar sinalização no local.

“Fomos informados que, pelo fato da avenida das Flores ser uma via de ligação intermunicipal, alterações no local é sob jurisdição do Governo do Amazonas. Também entramos em contato com a seminf sobre a possibilidade de uma passarela, e recebemos a mesma resposta”, disse.

O presidente da Associação de Moradores do Conjunto Galileia (AMCG), Alex Viana, se juntou com os moradores da outra comunidade na outra mão da Avenida das Flores, reforçando o descaso que a população vive em tentar atravessar de um lado para o outro.

“Estamos cansados de estar passando por isso todos os dias. Nós já entregamos ofício na secretaria de infraestrutura do governo para saber qual a resposta em relação a nossa necessidade, mas até agora o secretário Carlos Henrique, não respondeu nossa comunidade. É complicado tudo isso” desabafou.

Nossa equipe enviou uma demanda para a Secretaria de Comunicação Social (Secom), mas até o momento da publicação desta matéria, não recebemos retorno.