Morre Adelaide Chiozzo, a primeira “Namoradinha do Brasil”

Reprodução Internet

Morreu, na manhã desta quarta-feira (04/03), a atriz, cantora e acordeonista Adelaide Chiozzo, aos 88 anos. Ela estava internada em um hospital na Tijuca, na Zona Norte do Rio, após sofrer uma queda em casa há 12 dias.

A artista foi operada, mas contraiu infecção urinária e pulmonar e morreu às 8h desta quarta-feira (4).

A voz de Adelaide popularizou a música Beijinho Doce em 1951, com o filme Aviso Aos Navegantes.

Além de cantora, Adelaide atuou como atriz. Ela participou das novelas Feijão Maravilha (1979), Cambalacho (1986) e Deus nos Acuda (1992).

Adelaide foi eleita “A Namoradinha do Brasil” em um concurso realizado pela Revista do Rádio.

Segundo o neto da cantora ao G1, Roberto Chiozzo, o último show de Adelaide ocorreu há quase dois anos, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio.