Morre criança que foi atirada ao chão 27 vezes durante aula de judô

Getty

Um menino de sete anos de idade que foi atirado ao chão 27 vezes durante uma aula de judê, em Taiwan, morreu.

A criança, cuja identidade não é revelada, sofreu uma hemorragia cerebral grave depois de ter servido de cobaia aos colegas e professores numa aula de artes marciais, em abril.

O menino acabou entrnado em coma, após as sucessivas quedas, e estava desde então ligado a uma máquina de suporte de vida.

Após 70 dias, reporta a BBC, os pais decidiram desligar as máquinas.

O treinador, que tem cerca de 60 anos, foi acusado de agressão física que resultou em ferimentos graves. O homem foi libertado no início deste mês após o pagamento de uma fiança.