Morte de agricultor na AM-010 foi motivada por dívida de R$ 50

Um homem identificado por André da Silva Oliveira de 35 anos, conhecido como “Bola”, foi apresentado, nesta quarta-feira (11), na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) acusado de estar envolvido na morte do agricultor Alcimar da Silva Monteiro, que tinha 56 anos de idade. Ele foi preso nessa terça-feira (10), por volta das 10h.

O crime ocorreu na noite do dia 1º de setembro deste mês, por volta das 19h, no ramal Água Branca, situado no Km 35 da rodovia estadual AM-010.

De acordo com o delegado Paulo Martins, Alcimar contratou André e Marcos Gabriel das Chagas, 19, o ‘Neguinho’, que já está sendo procurado pela polícia, para realizarem um serviço de jardinagem. No entanto, o agricultou pagou somente parte do valor que ficou combinado entre eles.

“Os infratores foram cobrar o restante, R$ 50 e, durante discussão, desferiram golpes com um punhal contra a vítima, que veio a óbito no lugar”, explicou Martins.

André estaria morando na comunidade União da Vitória, no bairro Tarumã, zona Oeste da capital e na segunda-feira (9), os policiais civis se deslocaram até o lugar, porém o infrator não estava na residência.

Ao saber que a polícia estava atrás dele, o infrator se apresentou espontaneamente no dia seguinte, no prédio da unidade policial, acompanhado de um advogado. A ordem judicial em nome dele foi expedida no dia 9 de setembro deste ano, pela juíza Patrícia Chacon de Oliveira Loureiro, do Plantão Criminal.

Procedimentos

André foi indiciado por homicídio qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis no prédio da DEHS, ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), localizado no Km 08 da rodovia federal BR-174, onde deverá ficar à disposição da Justiça

(*) Com informações da Polícia Civil