Morte de bebê após acidente de trânsito causa revolta em Manicoré (ver vídeo)

O motorista que causou o acidente foi transferido para uma unidade prisional de Manaus

manicoré-bebê

Foto: Reprodução

Uma bebê identificada como Andressa Eva Freitas, de 1 ano e 4 meses, morreu após ter sido atropelada no município de Manicoré, distante a 332 quilômetros de Manaus, nesse domingo (5). O caso gerou revolta na população da cidade.

De acordo com a polícia, o suspeito de atropelar a criança foi identificado Juan Carlos da Silva e Silva, 27, ele estava dirigindo um veículo modelo Chevrolet Ônix, de cor prata, no momento que o acidente aconteceu.

As testemunhas informaram que a criança estava brincando em uma rua fechada com cavaletes, no bairro Rocinha, por volta das 11h, quando o suspeito chegou em um carro desgovernado e atropelou a vítima que não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.

O motorista do veículo fugiu, mas acabou sendo capturado pela polícia. Revoltados com o acidente, os moradores de Manicoré ameaçaram invadir a sede da 72ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manicoré.

Além disso, os manifestantes queimaram o veículo de Juan Carlos estava dirigindo. Na unidade policial, ele foi autuado pelo crime de homicídio doloso.

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) informou ao Radar Amazônico que ele foi transferido para uma unidade prisional de Manaus ainda no domingo, mas não disse qual foi a unidade prisional.

A delegacia do município teve reforço na segurança para acalmar os ânimos da população de Manicoré.

Confira o vídeo dos manifestantes