Motociata de Bolsonaro é cancelada em Manaus após presidente passar mal

Foto: Radar Amazônico

A motociata que estava prevista para acontecer em Manaus no próximo sábado (17), foi cancelada após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) apresentar uma crise de soluços, passar mal e ser internado no Hospital das Forças Armadas (HFA). A informação foi confirmada por um dos organizadores do evento, o Coronel Alfredo Menezes.

“Quero informar oficialmente à toda população do estado do Amazonas, que os eventos que o presidente Bolsonaro teria na sua agenda nos dias 16 e 17 de julho em Manaus estão cancelados, posteriormente daremos maiores informações. Em resumo, a motociata está cancelada e aguardaremos novas instruções.”, informou.

De acordo com informações divulgadas pela assessoria na manhã de hoje (14), o presidente está estável, mas deverá ficar em observação de 24 a 48 horas. Nesta quarta-feira (14), Bolsonaro teria um encontro com os presidentes dos Três Poderes, conforme divulgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), mas a agenda foi cancelada, o que indica uma possível mudança na agenda presidencial que deve afetar os próximos dias.

A visita de Bolsonaro à capital amazonense estava prevista para iniciar na próxima sexta-feira (16), com o objetivo de inaugurar o conjunto habitacional Cidadão Manauara II. Após a entrega dos apartamentos, o presidente deveria participar de um encontro com lideranças religiosas do estado e no dia seguinte (17,  Bolsonaro participaria da motociata.

É importante lembrar que no dia 27 de junho, os bolsonaristas realizaram uma motociata em Manaus, que também não contou com a participação do presidente, mas serviu de palanque político para alguns pré-candidatos locais.