Motorista de APP presencia passageiro ser executado no Valparaíso

Foto: Suyanne Lima

Um passageiro de um carro por aplicativo não foi assassinado a tiros na tarde desta quinta-feira (4). Anderson Augusto Vidinho, que tinha 32 anos, foi tirado do veículo por uma dupla, ainda não identificada, que disparou diversas vezes contra ele, na rua 10 de junho, bairro Valparaíso, Zona Leste de Manaus.

De acordo com informações do motorista de aplicativo, repassada aos policiais militares da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), os dois homens, estavam em uma motocicleta e após a execusão, levaram o carro dele.

Os peritos do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) constataram que a vítima foi atingida com oito tiros nas regiões da costa e nuca.

Para o delegado Fábio Silva, plantonista na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), os locais onde os tiros tiros atingiram indicam uma execusão.

Anderson já tem passagem por roubo, porte ilegalde arma de fogo e receptação, o que corrobora para o que os investigadores desconfiam.

O corpo dele foi tirado pelos agentes do Instituto Médico Legal (IML) e passará por exame necroscópico.

Até o momento da publicação desta matéria, nenhum dos suspeitos foram localizados ou presos.