Mototaxista é assassinado a tiros por dupla no Santa Inês

Foto: Jhonata Lobato

Enquanto usava o aparelho celular, Amarilzo da Paixão, um mototaxista de 56 anos, foi assassinado a tiros na noite desta quarta-feira (30). A execusão aconteceu por volta das 20h, enquanto o homem estava sentado em frente à casa de um amigo, na rua Copeiro, bairro Santa Inês, Zona Leste da capital.

As informações repassadas pelo filho da vítima ao sargento Vivaldo da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), ele estava na frente de casa, quando foi surpreendido.

“Uma outra história que chegou até nós, foi que Amarilzo tinha dado uma parte de um terreno para traficantes de área, mas os suspeitos queriam todo o terreno, então foram até ele para exigir o terreno, então o executaram. Mas essa história vai ser acompanhanda pela delegacia de homicídios”, contou.

Muitos mototaxistas comparecerem até local para prestar apoio à família.

Até o momento da publicação desta matéria, nenhum dos suspeitos foi localizado ou preso.