MP-MT pede investigação de deputado estadual por publicar foto com criança armada

Na imagem, Cattani aparece com uma camiseta estampada com a bandeira do Brasil e uma arma nas mãos.

Gilberto Cattani postou nas redes sociais uma foto com uma criança segurando uma arma (Crédito: Reprodução/ Instagram)

Gilberto Cattani postou nas redes sociais uma foto com uma criança segurando uma arma (Crédito: Reprodução/ Instagram)

O Ministério Público de Mato Grosso (MP-MT) pediu a abertura de uma investigação contra o deputado estadual Gilberto Cattani (PL). No último dia 24, o parlamentar bolsonarista compartilhou a foto de uma criança supostamente armada em seu perfil no Instagram. As informações são do Uol e do jornal O Globo.

Na imagem, Cattani aparece com uma camiseta estampada com a bandeira do Brasil e uma arma nas mãos. Ao lado do parlamentar, está um homem com uma criança no colo que aparenta segurar outra arma de fogo e um terceiro adulto também com um armamento. Na foto também aparecem uma mulher em cima de um cavalo, uma outra segurando uma bebê e um menino.

A imagem conta ainda com uma frase: “O bolsonarismo é um grupo ‘perigoso’, formado por trabalhadores, cristãos, pais e mães de famílias, que tem Deus, pátria e família como princípios”. Já na legenda do post, o parlamentar escreveu: “um bom domingo a todos”.

O pedido de investigação do MP-MT foi assinado por José Antonio Borges, procurador-geral de Justiça de Mato Grosso. Conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), é proibido “vender, fornecer ainda que gratuitamente ou entregar, de qualquer forma, a criança ou adolescente arma, munição ou explosivo”. A pena pelo descumprimento é de três a seis anos de reclusão.

Em nota ao portal MidiaNews, Cattani informou que ainda não foi notificado da investigação, mas que a arma que aparece na imagem é “de brinquedo”.