MPAM recomenda às agências bancárias de Manacapuru que adotem medidas para acabar com aglomerações

Foto: Reprodução internet

O Ministério Público do Amazonas (MPAM) expediu uma recomendação às agências bancárias de Manacapuru (distante 98 km de Manaus) para que adotem medidas de fiscalização contra as aglomerações externas nas filas das agências, após as frequentes notícias a respeito de aglomerações que se formam nas agências desrespeitando as medidas de prevenção à Covid-19.

A promotora de Justiça Tania Maria Feitosa, da 2ª Promotoria local, levou em conta o exponencial crescimento do número de casos no Brasil, especialmente no Amazonas, que já registra 273.862 novos casos confirmados, conforme dados do Boletim Epidemiológico da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS).

Em recomendação às agências, o MP pede que organizem as filas externas das agências bancárias mediante marcação horizontal e com distribuição de senhas. E que realizem ainda a contratação de servidores/colaboradores para a atividade meio de organização de filas e prestação de orientação das filas externas, em número suficiente para manter a organização/orientação de forma ininterrupta durante o horário do funcionamento bancário.

Além de seguir os protocolos básicos de prevenção como a disponibilização de álcool em gel em todas as mesas de atendimento e em cada caixa eletrônico. E efetuem a distribuição, quando possível, de máscaras de proteção às pessoas que estejam aguardando atendimento nas filas dentro das agências bancárias, com prioridade aos idosos.

(*) Com informações da assessoria do MPAM