MPE constata irregularidades em hospital e 5 UBSs de Urucará

 

Após inspeção no Hospital Regional Raimunda Lobato Ferreira, que fica no município de Urucará (a 261 quilômetros de Manaus), o Ministério Público Estadual (MPE) constatou várias irregularidades no local. A ação ocorreu nessa quarta-feira (22), por meio da Promotoria de Justiça de Urucará. Além do hospital, foram encontradas irregularidades em outras cinco unidades de saúde do município.

Durante a inspeção, a equipe de fiscalização constataram a falta de ambulância, equipamentos e materiais de suporte à vida no centro cirúrgico, urgência, emergência e ambulância, como incubadoras; número insuficiente de médicos e enfermeiros, além da ausência de farmacêutico e profissionais de nutrição.

Também foram detectadas condições inadequadas de armazenamento de bolsas de sangue; falta de realização de exames pré-transfusionais; ausência de classificação de risco no atendimento de urgência e emergência; reaproveitamento de compressas cirúrgicas (material descartável); extintores de incêndio com validade vencida; inexistência de manutenção preventiva de equipamentos médicos; defeito nos equipamentos da lavanderia hospitalar e uso de saneantes domésticos para a limpeza do hospital e roupa hospitalar.

A promotora de Justiça Márcia Cristina de Lima Oliveira e a assessora Clarissa Marinho das Mercês acompanharam a equipe de fiscalização formada por técnicos dos Conselhos Regionais de Medicina, Enfermagem, Odontologia, Farmácia, Nutrição e da Fundação de Vigilância Sanitária, além da engenheira Luciana Carvalho, do Núcleo de Apoio Técnico do MP-AM.

De acordo com a promotora, após a apresentação dos relatórios de fiscalização, o município de Urucará e o Estado do Amazonas serão acionados pela Promotoria de Justiça para a solução das irregularidades.

Com informações da assessoria do MPE