MPE investigará irregularidades no concurso público da Seduc

Sete meses após a realização do concurso público da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) marcado por diversas denúncias de irregularidades, o Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) instaurou um inquérito civil para apurar os supostos incidentes durante a aplicação das provas, em julho de 2018.

Quem assina a investigação é a promotora de Justiça Delisa Olívia Vieiralves, que converteu em inquérito o Procedimento Preparatório nº 040.2018.001401, que tratava sobre o caso.  

Em agosto do ano passado, o concurso público da Seduc chegou a ser suspenso pela Justiça Estadual a pedido da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM). Dois meses depois, o juiz que assinou a decisão voltou atrás e retomou o certame alegando que “a suspensão causaria mais prejuízos ao serviço público do que sua continuidade”.

No dia 30 de dezembro, a Seduc emitiu uma nota à imprensa informando a retomada do cronograma com as próximas etapas do certame.

O inquérito foi assinado com a data de 25 de janeiro de 2018 e publicado na edição do Diário Oficial do MP-AM, desta segunda-feira (11).

Confira a portaria na íntegra: