MPF investiga demissões na Secretaria de Segurança do AM em período eleitoral

O Ministério Público Federal do Amazonas (MPF-AM) abriu Procedimento Preparatório Eleitoral para apurar suposta prática de conduta vedada em decorrência de eventual demissão de servidores públicos da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM). A informação foi publicada no Diário Oficial do órgão, nessa quarta-feira (22).

Segundo a publicação, quem assina o Procedimento Preparatório Eleitoral é o procurador da República Thiago Augusto Bueno, que considerou a proibição da prática das “chamadas condutas vedadas” em ano eleitoral, especialmente aquelas previstas nos arts. 73 a 78 da Lei 9.504/97 (Lei das Eleições).

Com isso, o procurador determinou à Secretaria da Procuradoria Regional Eleitoral e ao Setor Eleitoral que promovam as autuações e registros necessários junto à SSP-AM.

Confira a portaria na íntegra