Anúncio Advertisement

MPF investiga denúncia de mortes de índios isolados no Amazonas

O Ministério Público Federal (MPF) informou, nesta segunda-feira (11), que investiga denúncia de mortes de índios isolados na região do Vale do Rio Javari, no extremo oeste do Estado do Amazonas. Ainda não foi divulgado pelo MPF a quantidade de índios mortos e nem a etnia dos mesmos.

De acordo com o procurador da República Pablo Luz de Beltrand, o MPF em Tabatinga (AM) recebeu denúncia da Fundação Nacional do Índio (Funai) com relatos de mortes de indígenas. “Instauramos um procedimento para apurar o caso e há diligências em curso, mas não é possível dar detalhes para não prejudicar a investigação”, explica.

Na semana passada o MPF divulgou que uma uma operação para coibir a expansão do garimpo ilegal, foi realizada durante cinco dias, no período de 28 de agosto a 1º de setembro, e flagrou 16 dragas em funcionamento, na região rio Jandiatuba, localizado no município de São Paulo de Olivença (a 988 quilômetros de Manaus), nas proximidades da fronteira com a Colômbia. Além do MPF em Tabatinga, a ação foi feita pelo em conjunto com o Exército e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

De acordo com o MPF a atividade garimpeira tem avançado sobre o rio, que corta três terras indígenas e é amplamente utilizado por índios isolados, conforme apontam monitoramentos da Fundação Nacional do Índio (Funai).