MPF vai investigar irregularidades na execução e entrega de exames que detectam câncer no Estado

O Ministério Público Federal do Amazonas (MPF-AM) abriu inquérito civil para apurar a execução e entrega de resultados dos exames para a prevenção do câncer de colo do útero nos municípios do Estado. A informação foi publicada no Diário Oficial do órgão, nessa quarta-feira (8). A procuradora da República Bruna Menezes da Silva é quem assina a portaria (n° 21).

Na publicação, a procuradora informa que o inquérito civil foi instaurado a partir do Procedimento Preparatório nº 1.13.000.000089/2018-38. Ainda segundo o que foi publicado, ela considerou que “o resultado das diligências até então tomadas para investigar o objeto dos autos mostraram-se insuficientes para esgotar o objeto do procedimento”.

O Radar chegou a noticiar a demora da entrega dos resultados dos exames no interior, na matéria intitulada – Povo de Caapiranga denuncia situação de abandono. Nela, a deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB), constatou que no município, distante 134 quilômetros de Manaus, é mais um que sofre com a falta de atenção básica no sistema de saúde.

Confira a portaria na íntegra