MPF vai investigar suposto abuso de preço das distribuidoras de gás no Amazonas

O Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas instaurou, nessa segunda-feira (19),  inquérito civil para apurar a cobrança de preços abusivos das distribuidoras de gás no Estado. A informação consta no Diário Oficial do órgão, por meio da portaria n° 22, datada de 21 de julho deste ano.

O processo foi assinado pelo procurador da República Alexandre Jabur, que considerou a Notícia de Fato nº 1.13.000.001759/2017-52, instaurada a partir da Manifestação 20170022497, de representação coletiva, para abrir o inquérito.

“Os fatos narrados na representação foram acompanhados de lastro probatório mínimo para a instauração de procedimento investigatório civil, bem como tendo em vista que as irregularidades referidas na representação se inserem na esfera de atribuições do Ministério Público Federal”, disse o procurador na publicação do MPF.

O prazo da investigação será de um ano, podendo ser prorrogado por igual período.

Confira a portaria na íntegra