Mulher imprensada por carro alegórico no Rio é ex-chacrete

Alba sofreu ferimentos em uma das pernas, mas exames descartaram fraturas

Foto: Reprodução TV Globo

A mulher identificada como Alba Regina Gomes, 72 anos, que foi imprensada por um carro alegórico no Sambódromo, na noite desse sábado (23), é ex-chacrete. Ela foi levada ao Hospital Souza Aguiar, no Centro do Rio de Janeiro, após sofrer o acidente durante a passagem da Paraíso do Tuiuti pela Marquês de Sapucaí.

Segundo informações de familiares, a mulher  já recebeu alta e está em casa sob os cuidados da família. No acidente, Alba sofreu ferimentos em uma das pernas, mas exames descartaram fraturas e logo após atendimento, a idosa foi liberada.

O acidente ocorreu no momento em que um carro da Paraíso do Tuiuti deixava a Sapucaí às pressas para não perder pontos.

Na ocasião, a ex-chacrete estava sentada em uma cadeira de rodas sendo atendida por bombeiros. Os empurradores não viram a mulher e acabaram imprensando-a contra uma grade.

Foi necessário empurrar o carro de volta para trás para que ela pudesse ser removida. O acidente ocorre dois dias depois de uma menina ter morrido depois de ser esmagada por um carro alegórico da Em cima da hora.

A mulher teve a perna esquerda imobilizada da altura do tornozelo até o fim da coxa, além de um pequeno curativo no braço esquerdo, Alba disse que desmaiou e não sabe o que aconteceu. “Mas estou bem. Sou uma dançarina, não posso ficar parada. Vou voltar nas campeãs”, disse a ex-chacrete.