Mulher manda matar marido que tinha relações amorosas com enteada e genro

Segundo a polícia, ela pagou R$ 3 mil para executar o plano de vingança envolvendo o homem e a enteada

Uma mulher é suspeita de ter encomendado a morte do marido em Canindé, a 100 km de Fortaleza (CE). Caso teria ocorrido após Maria Aparecida Barroso, de 36 anos, descobrir que Jaelson Oliveira, de 39 anos, mantinha relações amorosas com a enteada de 20 anos e com o genro.

Segundo investigações, ela teria descoberto a traição após o próprio namorado da filha, Herilson da Silva Lopes, de 26 anos, ter contato sobre a relação incestuosa. Ele resolveu revelar o caso após saber que Jaelson mantinha relações sexuais com a filha mesmo quando o namorado não estava presente.

Maria Aparecida teria oferecido um valor de R$ 3 mil para que Herilson mandasse matar pai e filha. As vítimas foram baleadas na porta de casa por dois homens, que foram capturados pela polícia horas após o crime. Jaelson e a enteada foram socorridos para uma unidade hospitalar da região. A jovem já recebeu alta, porém o pai foi transferido para Fortaleza e permanece internado.

A mulher foi presa no último dia 27 e, em depoimento, afirmou que havia tentado o divórcio, mas era ameaçada por Jaelson. Herilson também foi detido por envolvimento no crime.

À polícia, o pai confirmou o que a filha já havia dito sobre o relacionamento amoroso, que ocorria há cerca de 1 ano e 8 meses. Ele também negou todas as acusações de Maria Aparecida.