Mulher que matou suposta amante de padrasto espancada é presa em Manaus

Três dias após matar uma jovem identificada como Francisca Amorim Queiroz, de 19 anos, no bairro Colônia Oliveira Machado, Milane Moraes dos Santos, de 20 anos, foi presa e apresentada pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), nesta quarta-feira (14).

Segundo a Polícia, no último domingo (11) as jovens travaram uma discussão seguida de luta corporal. Milane derrubou a vítima no chão e desferiu vários socos em Francisca, que bateu com a cabeça no chão e ficou desacordada.

De acordo com o delegado Paulo Martins, foi apresentado à Justiça um pedido de prisão em nome da infratora. A ordem judicial foi expedida na segunda-feira (12).

Ao saber que estava sendo procurada pela Polícia, Milane foi até a delegacia por vontade própria, acompanhada de um advogado. Ela foi indiciada por homicídio e será encaminhada ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), quilômetro 8, na BR 174, que liga Manaus a Boa Vista.

Confusão

Segundo testemunhas, as duas travaram uma luta corporal com socos e puxões de cabelo devido um suposto caso que Francisca teria com o padrasto de Milane.

Francisca estava em um salão de beleza se preparando para comemorar o aniversário quando Milane chegou para tirar satisfações sobre suposto caso amoroso da vítima com o homem conhecido como “cabeção”.