Multidão protesta contra cortes na Educação no centro de Manaus

Uma multidão voltou às ruas de Manaus para protestar contra os cortes na Educação anunciados pelo governo de Bolsonaro, nesta terça-feira (13). Outras capitais brasileiras também registraram atos em defesa da educação e contra a reforma da Previdência. 

O grupo  se concentrou na Praça da Saudade e seguiu para a Praça do Congresso, ambas no Centro da capital. Houve interdição parcial da Avenida Epaminondas, de onde seguiram para a Avenida 7 de Setembro. A Avenida Eduardo Ribeiro também foi interditada pelos manifestantes.

O anúncio dos cortes foi feito em abril deste ano, pelo Ministério da Educação (MEC) e corresponde a 30% dos repasses às instituições federais. Em março deste ano, o MEC anunciou um contingenciamento de R$ 5,8 bilhões na pasta. Já em julho, o novo contingenciamento na educação foi de R$ 348,47 milhões. 

No dia 30 de maio, também houve manifestação em Manaus contra os cortes na educação. 15 dias antes, centenas de estudantes e professores também protestaram na capital amazonense.