Museu Amazônico celebra encerramento de curso livre de Arqueologia com série de Lives

Foto reprodução

Para celebrar o encerramento do 1º Curso Livre de Arqueologia Amazônica, será realizada uma série de Lives com início nesta terça-feira (11), promovido pelo Museu Amazônico, órgão suplementar da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), com a participação de convidados de diversas universidades do Brasil, exterior e arqueólogos indígenas.

Com o objetivo de divulgar temas que são chave para a arqueologia amazônica, o curso contou com uma linguagem acessível e de curta duração, servindo de material de apoio para estudantes e professores neste momento crítico da suspensão das aulas por causa da pandemia. Tendo mais de 6 mil alunos inscritos, foi um marco para a arqueologia brasileira, demonstrando o grande interesse da temática pelo público.

O curso ficou disponível por 2 meses, entre junho e agosto, com 17 módulos, contendo, além das aulas, materiais de apoio e uma avaliação. Duas rodadas de lives com os professores para responder perguntas foram organizadas, também com bastante participação dos alunos.

As lives contarão com presenças do professor Eduardo Neves, do Museu de Arqueologia e Etnologia da USP, e a professora Márcia Bezerra, da Universidade Federal do Pará, dois dos maiores especialistas em arqueologia amazônica se juntam para debater o papel do passado amazônico no futuro do Brasil.

Acompanhem as lives gratuitas, sempre às 18h ( Horário local).

Terça-feira (11) – Mauricio da Silva, Gabriela Carneiro, Anne Py-Daniel, Cooni Wai Wai

Quarta-feira (12) – Daiana Travassos, Laura Furquim, Bruno Maximo, Marta Cavallini

Quinta-feira (13) – Myrtle Shock, Caroline Caromano, Guilherme Mongelo, Jaime Wai Wai

Sexta-feira (14) – Eduardo Neves e Marcia Bezerra (UFPA, convidada especial)