Na Alemanha, São Paulo quer afastar crise contra o Bayern, de Guardiola

guardiola_coletiva

Bayern de Munique: o campeão alemão, da Copa da Alemanha e europeu, agora dirigido pelo badalado Pep Guardiola, com astros como Robben e Thomas Müller. É “só” isso que o São Paulo terá pela frente para tentar mostrar que, enfim, vai começar a reagir na temporada. O Tricolor pega o time sensação do planeta, nesta quarta-feira, às 15h30m (de Brasília), no Allianz Arena, em Munique, pela Copa Audi. A competição conta ainda com Milan e Manchester City, que fazem a preliminar, às 13h15m (Brasília). Na quinta-feira, os vencedores disputam a decisão, e os perdedores jogam pelo terceiro lugar. O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances da partida em Tempo Real, com vídeos. O SporTV transmite a partida ao vivo.

O discurso está muito bem ensaiado pelos tricolores. Se vencer, o time se enche de moral para, na volta (o time ainda disputará amistosos em Portugal e no Japão), vislumbrar a saída da zona do rebaixamento no Campeonato Brasileiro – são 12 jogos sem vencer, pior sequência da história são-paulina. Se perder, nada de lamentações. Afinal, terá sido para um time que venceu quase tudo o que disputou na temporada passada e agora luta para manter a hegemonia europeia.

– Um bom jogo e a conquista do resultado, o que não é fácil, podem ser extremamente importantes para essa nossa retomada no Brasileiro. Podemos continuar dando passos com um ambiente saudável. Isso se traduziu numa equipe aguerrida contra o Corinthians – afirmou o técnico Paulo Autuori.

Quando fala em “ambiente saudável”, o treinador se refere principalmente ao afastamento do zagueiro Lúcio. O pentacampeão entrou em atrito com o treinador na semana passada, foi colocado à margem e deverá rescindir o contrato nos próximos dias. A ausência do jogador do torneio, aliás, foi sentida pelos patrocinadores alemães. Ídolo no Bayer Leverkusen e no Bayern de Munique, ele seria usado para promover ainda mais a competição.

O campeonato também ganhou importância para o Bayern. É bem verdade que o time bávaro passou fácil nos testes contra Hansa Rostock (4 a 0), Hamburgo (4 a 0), Borussia Monchengladbach (5 a 1) e Barcelona (2 a 0), mas a derrota por 4 a 2 para o Borussia Dortmund, pela final da Supercopa da Alemanha, deixou Guardiola alerta:

– Espero que o Bayern consiga fazer uma grande apresentação diante do São Paulo e possa brindar o público com um bom futebol – disse.

Serão permitidas sete substituições no intervalo e outras três no segundo tempo. Ambos os times possuem problemas físicos. O São Paulo viajou sem Luis Fabiano, Denilson e Clemente Rodríguez, lesionados. O Bayern não contará com Schweinsteiger e Ribéry, também sob os cuidados médicos. Por outro lado,  Luiz Gustavo, Dante e Javi Martinez ficam à disposição depois de descansarem da Copa das Confederações.

Por Carlos Augusto Ferrari Munique, Alemanha