Na estreia de Luxemburgo, Vasco quer vitória em Goiânia para escapar da degola

Getty Images

A grande estrela do Vasco no duelo desta quinta-feira, às 21 horas, contra o Atlético-GO, estará no banco de reservas no Estádio Antônio Accioly. Vanderlei Luxemburgo dará início à sua segunda passagem pelo clube cruzmaltino, o qual havia deixado no fim de 2019. Ele terá, mais uma vez, a missão de evitar um novo rebaixamento.

Luxemburgo começou o novo trabalho no clube no último sábado. Ele voltou com o auxiliar Mauricio Copertino e os preparadores físicos Antônio Melo e Daniel Félix. No total, o treinador dirigiu a equipe em 37 jogos, com 15 vitórias, 12 empates e 10 derrotas em 2019.

Leia Também: Libertadores: Santos e Boca Juniors empatam sem gols na Bombonera

O Vasco é o primeiro time dentro da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, com 28 pontos. O técnico terá 11 jogos para tentar tirar a equipe cruzmaltina da degola e o desafio desta quinta, em Goiânia, pela 28.ª rodada, é diante de um adversário direto contra o descenso, já que o Atlético-GO soma 34 pontos e, apesar de estar em uma situação mais confortável, ainda corre risco.

A equipe carioca terá seis alterações na estreia de Luxemburgo em relação ao time que foi superado por 3 a 0 pelo Athletico-PR no último jogo sob o comando do português Ricardo Sá Pinto. Entram Ricardo Graça, Henrique, Bruno Gomes, Léo Gil, Pikachu e Talles Magno. Saem do time titular Werley, Neto Borges, Andrey, Marcos Junior, Carlinhos e Vinícius.

Outra novidade estará no banco de reservas. É o jovem Gabriel Pec, lançado por Luxemburgo em 2019, e que perdeu espaço em 2020, retornou à base e foi um dos protagonistas da conquista da Copa do Brasil sub-20, no último domingo. O meio-campista treinou e viajou com a delegação para Goiânia.

Já o atacante Gustavo Torres se reapresentou no treino de quarta, com cinco dias de atraso e está fora da partida. O jogador estava na Colômbia, mas teve dificuldade para realizar teste de covid-19, necessário para entrar no Brasil. Ele não foi relacionado e pode ser punido pelo clube pelo atraso. Além de Torres, outros atletas que vinham recebendo chances com Sá Pinto também ficaram fora da relação. Foram os casos de Marcelo Alves, Miranda e Tiago Reis.