Na raça! Brasil vence a Costa Rica com gols de Coutinho e Neymar

 

1º TEMPO

Durante todo o primeiro tempo, o Brasil teve estatísticas melhores do que as da Costa Rica, mas isso só foi materializado em bom futebol numa mínima parte. Quando acelerou o jogo, a equipe conseguiu achatar o adversário em sua área, mas não concluiu. A melhor chance de gol, aliás, foi da Costa Rica. Num avanço pela direita, Borges recebeu livre na área e finalizou mal. Neymar, Willian e Gabriel Jesus outra vez ficaram abaixo, embora o camisa 9 tenha tido um gol bem anulado por impedimento. Como num replay da estreia, Coutinho se destacou nesses primeiros 45 minutos.

2º TEMPO

Até Coutinho e Neymar marcarem, aos 46 e 53 minutos, foram inúmeras as chances perdidas por um Brasil, dessa vez sim, melhor na prática. Com Douglas Costa no lugar de Willian, a equipe teve amplitude necessária para encontrar espaços na defesa da Costa Rica. Gabriel Jesus cabeceou no travessão, Navas fez boas defesas, a zaga cortes milagrosos, e quando não havia costarriquenhos no caminho, Neymar, num tapa de direita, desperdiçou chance rara. O pênalti anulado pelo árbitro foi como a certeza de que poderia haver mais dezenas de minutos e o gol não sairia. Nem toda certeza se concretiza. Felizmente. A insistência do Brasil castigou a cera da Costa Rica.

VAR

A agonia brasileira parecia que teria fim quando o holandês Bjorn Kuipers deu pênalti de González em Neymar. Mas o VAR, que não foi utilizado na estreia e provocou uma carta de reclamação da CBF para a Fifa, entrou em ação. O compatriota Danny Makkelie avisou e Kuipers voltou atrás.

Fonte: G1