Anúncio Advertisement

“Não aceitamos acordos e conchavos” diz Alessandra sobre reuniões com “elite da polícia”

A deputada Alessandra Campelo (PMDB), fez duras críticas ao que ela classificou de ‘reunião de bufe chique à portas fechadas com a cúpula da polícia”. A declaração foi dada pela parlamentar durante aparte a um discurso do deputado Cabo Maciel (PR), em sessão desta quinta-feira (19), na Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM).

A deputada disse saber da existência de reuniões com grupos pequenos em salas fechadas e afirmou que não adianta o Governo se reunir com esses grupos pequenos, mas sim com todas as associações da categoria. De forma veemente ela ressaltou que não vai aceitar conversinhas, acordos e conchavos a portas fechadas.

“O governador, o líder do governo, ou seja quem for, não reuniu com a Policia Militar e com Policia Civil no Dulcila. Ele reuniu com um grupo de oficiais e delegados. A PM tem soldados e cabos, a PC tem investigadores e escrivães. A reunião foi com a elite da polícia”, criticou a deputada.

Alessandra contou que esteve com o secretário de Segurança, vice-governador Bosco Saraiva, que se comprometeu em 15 dias fazer uma reunião com as polícias. “Fazer reunião com a polícia, é fazer com todos e não apenas com alguns” Alessandra disparou ainda que esse governo já começou errado por não priorizar os trabalhadores que estão na ponta, mas apenas a elite da categoria. “Quem está na ponta sãos os cabos, são soldados investigadores e escrivães. Reunião de elite nós não aceitamos.

Também não aceitamos reunião com uma ou outra associação, com um ou outro deputado. Nós somos 24 deputados. Só ex-policiais e policiais aqui na Casa nós somos quatro e não queremos discriminação. Já começou errado esse governo”, disse a deputada, acrescentando que tem certeza de estar falando só por ela mas por outros colegas parlamentares também.

“Quer fazer diferente? Chama todo mundo…”, defendeu Alessandra.