Neta é suspeita de planejar a morte de sargento da PM no Ouro Verde

O sargento da reserva da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), Evandro da Silva Ramos, foi assassinado no último sábado (22)

sargento neta pm

Foto: Divulgação

A morte do sargento da reserva da Polícia Militar, Evandro da Silva Ramos, que aconteceu no último sábado (22), foi planejada pela própria neta, identificada como Thayssa Ramos Costa, 19. Segundo o delegado Ricardo Cunha, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), ela contou com a ajuda do namorado, Alexandre Borges de Oliveira, 20, para cometer o crime.

O caso aconteceu por volta das 16h no conjunto Ouro Verde, bairro Coroado, zona Leste de Manaus. A ação foi registrada por câmeras de vigilância que ficam na região.

Na ocasião, dois homens não identificados entraram na casa da vítima, supostamente para roubar, e acabaram atirando contra o sargento.

A vítima chegou a ser levada para o Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, na zona Leste de Manaus, ela não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade hospitalar. Eles fugiram após a execução do crime, mas foram flagrados por câmeras de vigilância.

Suspeita de planejar o crime — Foto: Divulgação

Thayssa e Alexandre receberam voz de prisão, eles foram apresentados na DEHS e vão prestar esclarecimentos à polícia. O casal deve responder pelos crimes de latrocínio consumado e associação criminosa.

Na manhã desta quinta-feira (27), familiares e amigos do sargento Evandro da Silva realizaram um protesto contra a morte do PM. Eles levaram cartazes pedindo Justiça.