No AM, 18 municípios não têm delegado e em 24 há menos de dez policiais militares

O Termo de Cooperação firmado entre o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) e a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) trouxe à tona o descaso com a segurança no interior do Estado: dos 61 municípios, em 18 não há delegado e 24 cidades contam com menos de dez policiais militares. (Veja o documento no fim da matéria)

Os dados estão no documento anexo ao Termo de Acordo de Cooperação Técnica no qual a SSP-AM se compromete em reforçar a segurança nos municípios do interior do Estado durante o período eleitoral com acréscimo de mais 1.037 policiais militares e 57 policiais civis, sendo 18 delegados – exatamente o quantitativo que falta no interior – e 39 policiais civis entre investigadores e escrivães, “sem comprometer o efetivo da capital”.

De acordo com o documento anexo ao termo, há 55 delegados distribuídos entre os 61 municípios do interior do Amazonas. No entanto, as cidades de Amaturá, Apuí, Atalaia do Norte, Canutama, Carauari, Fonte Boa, Itamarati, Japurá, Juruá, Jutaí, Maraã, Nhamundá, Pauini, Santo Antônio do Iça, São Paulo de Olivença, Tapauá, Tonantins e Uarini, não têm delegado.

O documento traz à tona uma realidade assustadora vivida pelos moradores do município de Itamarati: no município não há delegado, nem escrivão e a Segurança Pública fica sob responsabilidade de um policial militar e três investigadores da Polícia Civil.

Em Uarini, no dia 23 deste agosto, 36 detentos iniciaram um motim na 58ª Delegacia Interativa de Polícia de Uarini (distante 570 quilômetros de Manaus) – que funciona como unidade prisional – e destruíram o local.

O motim foi realizado um dia após uma revista geral feita pela Polícia Civil que recolheu diversos itens proibidos como quatro facas, uma pistola .40, uma escopeta calibre 12, duas armas caseiras, três estoques, barras de ferro, além de nove celulares, três carregadores, um cartão de memória, um sanduicheira, um aparelho de DVD, uma máquina de cortar cabelo, um videogame Playstation e, pelo menos, 10 frascos de perfume.

Segundo dados do documento entregue à Justiça Eleitoral, em 24 municípios do Amazonas há menos de dez policiais militares. Além de Itamarati, que só conta, oficialmente, com um PM, a situação é crítica em Maraã, que tem dois policiais militares.

Os demais municípios com até dez policiais militares são: Tapauá (4), Barreirinha (4), Amaturá (5), Boa Vista do Ramos (5), Nhamundá (5), Nova Olinda do Norte (5), Santa Isabel do Rio Negro (5), Novo Aripuanã (6), Uarini (6), Fonte Boa (7), Juruá (7), Jutaí (7), Santo Antônio do Içá (7), São Paulo de Olivença (7), Tonantins (7), Atalaia do Norte (9), São Sebastião do Uatumã (9), Apuí (10), Codajás (10), Envira (10), Itapiranga (10) e Pauini (10).

Leia o termo de cooperação entre o TRE-AM e a SSP e o anexo com atual efetivo da Segurança Pública por município