No AM, 8 mil pessoas devem retirar cartões do programa ‘Apoio Cidadão’ para acesso a benefício de R$ 200

FOTOS: Rell Santos/Secom

Foram convocadas, nesta sexta-feira (5), 8 mil pessoas contempladas pelo programa “Apoio Cidadão”, em Manaus, que ainda não receberam o benefício de R$ 200. Todos têm 10 dias corridos para retirar o cartão nas agências dos Correios na capital.

O programa estadual tem objetivo de apoiar famílias em situação de extrema pobreza em decorrência da pandemia de Covid-19 e dá direito a R$ 200 de benefício pelo período de três meses para aquisição de alimentos, produtos de higiene pessoal e de limpeza.

O programa está sendo executado pela Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), que tomou como base as informações do Cadastro Único (CadÚnico), que é a porta de entrada para concessão de qualquer benefício socioassistencial.

Por inconsistência de dados ou mudança de endereço, considerando que muitos beneficiários não atualizaram os dados do CadÚnico, após três tentativas feitas pelos Correios, os 8.042 cartões emergenciais não chegaram aos titulares, que agora precisam ir às unidades dos correios para poder ter acesso ao cartão.

Após o prazo de 10 dias, que termina no dia 14 de junho, o contemplado perde o direito ao benefício. Em todo o Amazonas, 50 mil pessoas foram beneficiadas, sendo 25 mil na capital e 25 mil nos municípios do interior.

Retirada – Os cartões estão disponíveis na agência dos Correios mais próxima da residência do beneficiado declarada no CadÚnico. De acordo com a Portaria nº 97/2020-GSEAS, que regulamenta e estipula a entrega do benefício, os cartões emergenciais só serão entregues para os titulares mediante apresentação de documento de identificação com foto. Em caso de procurador, este deve apresentar procuração com poderes específicos, em documento com fé pública.

Atualização do cadastro – A chefe do Departamento de Proteção Social Básica da Seas, Selma Melo, reforça a necessidade de manter o Cadastro Único com dados atualizados para ter acesso a benefícios sociais federais e estaduais.

“Ressaltamos a importância de atualizar o Cadastro Único de dois em dois anos ou se tiver a necessidade. Se mudou de endereço, começou a trabalhar ou perdeu o emprego, é preciso, procurando os Cras (Centros de Referência de Assistência Social) do município e fazer a atualização do cadastro. Assim o Governo vai alcançar essa população para programas sociais, não só o Governo do Estado do Amazonas, mas também vários programas do Governo Federal”, explica Selma.

Dúvidas podem ser esclarecidas pelos seguintes canais:

Endereços das Agências dos Correios – Cartões Programa Apoio Cidadão

  • AC André Araújo – Avenida André Araújo, 97, Adrianópolis
  • AC Cachoeirinha – Avenida Silves, 363, Cachoeirinha
  • AC Cidade Nova – Avenida Noel Nutels, 829, Cidade Nova
  • Ac. Monsenhor Coutinho – Praça do Congresso, 90, Centro
  • AC Rodoviária de Manaus – Avenida Torquato Tapajós, nº 01, Flores
  • Ac São José Operário – Avenida Autaz Mirim, 8.926, Tancredo Neves
  • CDD Aleixo – Rua São Paulo de Olivença, 305, Galpão 03, São Francisco
  • CDD Cachoeirinha – Avenida Borba, 1.064, Cachoeirinha
  • CDD Cidade Nova – Avenida Max Teixeira, s/nº, Cidade Nova
  • CDD Flores – Rua General Jacintho Botinelly, 294, Alvorada
  • CDD Rio Negro – Rua Rio Tapi, 333, Santo Agostinho
  • CDD São José Operário – Avenida Autaz Mirim, 7.943, 2º andar, Shopping Cidade Leste
  • CDD Zona Norte Leste – Av. Max Teixeira, 3.540, Cidade Nova

(*) Com informações da assessoria de imprensa